quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Ela deu a luz!!!


Luz: Radiação eletromagnética capaz de provocar sensação visual num observador. Claridade, luminosidade, brilho, fulgor, são adjetivos que esclarece palavra luz.

Minha mãe deu a luz [rs] ao menino chamado Daniel Pedroso, no dia 15 de maio de 1972, era noite, mesmo assim deu a luz, mesmo sendo de uma raça mestiça, mãe branca e pai negro eu vim moreno, ela deu a luz. Uma pequena luz, que desde seu inicio de vida, quase foi ofuscada por problemas físicos. Nasci com 1.300kg com bronquite asmática e uma das pernas atrofiadas, a vista dos médicos estava fadado ao ofuscamento e até mesmo ao fim da mesma. Mais milagre acontece, levanto das cinzas, das desesperanças ainda permanece a luz.

Minha infância foi boa, não preciso dramatizá-la porque pisei com pés no chão, tomei banho em riachos, pesquei alguns peixes [rs] até historia de pescador contei. Fui bom jogador de futebol até mesmo no colégio de Pelé fui chamado [rs] enfim apesar de não ter a tecnologia de hoje não perdi a essência de ser criança. Cresci acolhido por meus pais com muito carinho, conselhos e muita oração.

Na igreja servi a Deus como músico tocando cavaquinho, violão, contrabaixo, em minha alma havia musicalidade. Muitos desafios, enfrentei muitas tentativas de ofuscar minha luz, muito sofrimento, meu querido pai segurando seus filhos na igreja, porém os fariseus da época, “super” santos, os delegados de plantão viviam usando de suas armas para impedir nosso ministério. Sofri muito, fui até mesmo disciplinado porque fiz um “slap” no contrabaixo, uma simples batida na corda. Amigos meus excluídos, porque bateria, diziam que era do diabo.

Enfim mais tudo foi ensino, maneira de Deus moldar-me para provar meu grau de fé e amor por ele. Mais desafio maior estava por vir, quando meu ministério toma rumo diferente, ministério da palavra entrou meu coração. Chamada genuína sem conchavos, apadrinhamentos, sem forçar nada, Deus usou alguém, confirmou, as coisas naturalmente vieram acontecendo. Pregando evangelho com fervor, paixão, valorizando as pessoas mais que as coisas.

Minha vida se entregou na obra nunca me esquivei do trabalho, mais Deus fechou as portas matérias e abriu as do evangelho. Porem como Paulo um dia expôs seus sofrimentos senti na pele, discriminações, senti na pele malignidade de alguns, desejo de morte de outros, maquinações e invenções, até mesmo minha família meus filhos pequenos, minha esposa choraram muito comigo as pedradas recebidas, mesmo com descaso e abandono de alguns, senti amor de Deus e de verdadeiros amigos.

Mais mesmo assim aquela pequena luz irradiada pela Luz Divina brilhou em pequenos lugares, outros maiores, até mesmo em terras africanas, e ira muito mais.

Ela deu a luz!! Quase se apagou, posso dizer que as vezes até apagou, porem ela volta reascender, aos inimigos aqueles que se fizeram desafetos, mesmo aos amantes da escuridão existencial me perdoem... Ela deu a luz!!

Nele que disse, Eu sou a luz, e vós os luzeiros desse mundo!!

3 comentários:

Ivan Tadeu Panicio Junior disse...

Paz meu amigo, Pr. Daniel Pedroso

Muito boa sua reflexão amalgamada de seu testemunho. Acredito que deveria investir mais na escrita, tens potencial para isso.

No mais, votos de sucesso e realizações neste novo plano de vida concedido pelo 2010.

Em Cristo
Ivan Tadeu

Ivan Tadeu Panicio Junior disse...

Outro sim, coloquei seu logo no Blog!

Abç
Ivan Tadeu

Daniel e Ana Paula disse...

A paz do Senhor xará!!!
Agora também tenho um blog pra gente se acompanhar,rs...
Boa palavra que "ouvimos",que essa luz que sua mãe deu a muuuuuuuuuitos anos atrás possa refletir a luz do Sol da Justiça,a cada dia.
Abraço
www.elodagraca.blogspot.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...